9ª CIPM realiza operação para coibir os crescentes delitos na região de Pirajá

Foto: Reprodução / 9ª CIPM
Postado em 15/05/2019 8:04

Share Button

A 9ª Companhia Independente da Polícia Militar realizou uma operação para coibir os crescentes assaltos e delitos que vem crescendo na região. A ação foi realizada durante todo o dia desta terça-feira (14) e contou com apoio de unidades policiais, incluindo uma Base Móvel.

Foram realizadas duas operações, ambas batizadas de:

“Operação Saturação” – ocorrida no período da manhã
“Operação Intensificação” – no período da tarde

Ambas com realização de Blitz e Abordagens Itinerantes nas principais vias e ruas de acesso e saída do bairro, nas localidades da Rua Velha, Rua Nova e Conjunto Pirajá.

Foram abordadas desde pessoas transeuntes, motoristas, veículos de pequeno a grande porte, contando também com o reforço de abordagens em estabelecimentos e pontos de ônibus.

Segundo a Polícia Militar:

“Em virtude de denúncias sobre ocorrências de roubos nas citadas localidades, foram desencadeadas as referidas operações, com o objetivo de prevenir ações delituosas como: roubos a veículos, em coletivos, bem como a transeuntes nas localidades supracitadas.”

Ainda segundo a Polícia Militar, as demandas das operações desta terça-feira resultou em um total de:

Pessoas abordadas: 196

Ponto de ônibus : 10

Estabelecimentos : 07

Abordagem a Carros : 36

Abordagem a Motos : 51

Ônibus Coletivo : 05

Veículos de Carga : 05

Notificação de Moto : 03

Notificação de Carro : 00

As operações continuarão sem parar e por quanto tempo for necessário. Lembrando também à população que pode denunciar e não precisa se identificar, através do Disque Denúncia: 3235-0000 ou através do contato direto com a  9ª CIPM.

A 9ª CIPM – Pirajá:
Final de Linha do Conjunto Pirajá 1, s/nº.
Ao lado do Colégio Estadual Cesare Casale
Telefones: 3117-2508 / 2511 / 2515

 

Informe Pirajá
Valorizando o que é do bairro!

Acompanhe também nossas notícias e conteúdos exclusivos através das nossas redes sociais, no Facebook: Informe Pirajá, no Instagram: @informepiraja.

Comentários

comentarios

Fonte: Informe Pirajá